Lifting facial: procedimento recupera os efeitos do envelhecimento

Lifting facial: procedimento recupera os efeitos do envelhecimento

Se você estiver incomodada (o) com as rugas do rosto e pescoço, saiba que o lifting facial, tecnicamente conhecido como ritidoplastia, é o ideal para corrigir esses sinais visíveis.

A palavra lifting vem do inglês, to lift, ou seja, levantar. E é exatamente isso que a técnica faz no rosto: busca recuperar os efeitos do envelhecimento, “levantando” a pele. Este resultado “up” também pode ser chamado de Efeito Cinderela.

É importante ressaltar que, esse procedimento estético não visa somente à vaidade, mas também o bem-estar da pessoa.

Neste artigo, vamos abordar outros detalhes do lifting facial, vamos lá?!

O que é o lifting facial?

O lifting facial é um procedimento que deve ser realizado pelo cirurgião plástico habilitado nesta área, com o objetivo de diminuir as rugas do rosto e pescoço, além de reduzir a flacidez da pele e remover o excesso de gordura do rosto, dando uma aparência mais jovem.

O procedimento é usado para corrigir flacidez no terço médio da face, os vincos profundos abaixo das pálpebras inferiores e ao longo do nariz até o canto da boca.

Embora esse procedimento possa ser feito em ambos os sexos, as mulheres com 45 anos de idade ou mais é quem mais procuram por essa correção estética.

Importante ressaltar que, o lifting facial pode ser feito em paralelo a outros procedimentos, como o lifting de testa e a cirurgia de pálpebras, por exemplo.

Tipos de lifting facial

Minilifting: Este é um termo utilizado para a cirurgia de face que está associada a cicatrizes menores que as clássicas. Na verdade, essa cirurgia é a mesma que o lifting facial, porém maquiado com um termo novo que promete menor descolamento com menores cicatrizes. Entretanto, a essência cirúrgica é a mesma da ritidoplastia clássica.

Lifting temporal: Essa cirurgia é designada para o levantamento da região temporal, resultando num melhor posicionamento do supercílio, tornando o olhar mais jovial e descansado. Basicamente, ele levanta a região da cauda da sobrancelha.

Lifting frontal: Nesse tipo de cirurgia são tratadas as rugas estabelecidas na região da testa, bem como a musculatura que “gerou” essas rugas, uma vez que nessa região elas são, na maioria das vezes, dinâmicas, isto é causadas pela movimentação muscular da região. É como se fosse uma aplicação de toxina botulínica mais duradoura.

Lifting cervicofacial: É a cirurgia que trata a face e o pescoço, conforme uma ritidoplastia clássica. Esse procedimento devolverá os tecidos para sua posição original e tornará a silhueta mais jovial, uma vez que tratará a flacidez e excesso de pele da face e pescoço, bem como tratará a musculatura abaixo dessa pele.

Lifting endoscópico: É a cirurgia de face realizada com o auxílio de um sistema óptico que permite a realização de menores incisões, porém sem limitar a extensão do descolamento. Os resultados são os mesmos da Ritiplastia clássica, porém com menor trauma cirúrgico e cicatrizes mais discretas.

Quando é indicado o lifting facial?

O lifting facial é feito com o objetivo de diminuir os sinais de envelhecimento, apesar de não retardar ou parar o processo de envelhecimento. Por isso, o lifting é realizado quando a pessoa deseja corrigir:

  • Rugas profundas, dobras e marcas de expressão;
  • Pele flácida e caída sobre os olhos, bochechas ou pescoço;
  • Rosto muito fino e acúmulo de gordura no pescoço com pele caída;
  • Papada e pele frouxa sob a mandíbula.

É importante ressaltar que o paciente deve estar em boas condições de saúde para a realização do lifting facial. Gestantes ou pacientes que apresentam doenças crônicas não tratadas, como diabetes, hipertensão e cardiopatias não devem se submeter ao procedimento.

Como é feito o lifting facial?

Tem muitas dúvidas sobre como é feita esse tipo de cirurgia? Vamos lá:

O lifting facial deve ser feito sob anestesia geral e é necessário internamento por cerca de 3 dias.

A duração média do lifting facial é de três a quatro horas. Geralmente as incisões são feitas na região anterior a orelha e atrás desta, se tornando quase imperceptíveis.


Você também pode gostar


Descola-se a pele do rosto até os limites permitidos e trata-se então dos tecidos mais profundos, reforçando-os. O excesso de pele é retirado e com um movimento de rotação traz a pele a sua nova posição.

A flacidez do pescoço é tratada por uma discreta incisão abaixo do queixo, através da qual se realiza uma lipoaspiração da gordura quando existente e o reposicionamento da musculatura local.

Geralmente no pós-operatório do lifting facial não há fortes dores. Em repouso, o paciente deve manter a cabeça levemente elevada visando diminuir o inchaço.

O uso de cosméticos só é permitido depois da retirada dos pontos. A exposição ao sol é liberada, com limites, após 30 dias, mas sempre com filtro solar. O resultado final do lifting facial poderá ser observado a partir do quarto mês.

Quais são os benefícios?

Uma das maiores vantagens do lifting facial é que a técnica promove um rejuvenescimento geral na região da face, corrigindo diversas imperfeições em um só procedimento. Veja alguns benefícios:

  • Corrige a flacidez nas bochechas;
  • Deixa a pele do rosto mais firme;
  • Elimina as rugas entre o nariz e o ângulo da boca, conhecido como bigode chinês, e restaurar o contorno da mandíbula;
  • Remove o excesso de pele na região do pescoço;
  • Suaviza pés de galinha;
  • Suaviza rugas e marcas de expressão na testa.

Sobre a Top Spa Brasil

A Top Spa Brasil é focada em conectar o seu Spa ao bem-estar das pessoas e vice-versa através de soluções tecnológicas.

Ao navegar pelo portal, é possível encontrar uma gama de conteúdos educativos sobre o setor, além de encontrar em um só lugar diversidade de Spas e profissionais qualificados. Clique aqui e confira.

E aí, você já fez ou gostaria de realizar o procedimento? Conte aqui pra gente!
Até a próxima!

Conteúdo Relacionado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *