Aromaterapia

Óleo essencial de lavanda: Confira seus Benefícios

Óleo essencial de lavanda: Confira seus Benefícios

Óleo essencial de lavanda é calmante, faz bem para pele, cabelo, entre outros benefícios.

As pessoas costumam associar a lavanda a dois traços específicos: sua fragrância e sua cor. Mas você pode não saber que a flor de lavanda e o óleo derivado dela têm uma longa história na medicina fitoterápica.

A história da lavanda

Seu nome deriva da raiz latina “lavare“, que significa literalmente “lavar”. O primeiro uso registrado de lavanda remonta ao antigo Egito. Lá, o óleo de lavanda desempenhou um papel importante no processo de mumificação.

Mais tarde, a lavanda tornou-se um aditivo de banho em várias regiões, incluindo a Pérsia, a Grécia antiga e Roma.

Essas culturas acreditavam que a lavanda ajudava a purificar o corpo e a mente.

Desde os tempos antigos, a lavanda tem sido usada para tratar muitas doenças diferentes, incluindo:

  • Problemas de saúde mental
  • Ansiedade
  • Insônia
  • Depressão
  • Dores de cabeça
  • Perda de cabelo
  • Náusea
  • Acne
  • Dores de dente
  • Irritações na pele
  • Câncer

Os muitos usos da lavanda

A alfazema é uma planta polivalente. As pessoas usam a alfazema de várias maneiras para promover uma boa saúde e bem-estar.

O óleo de lavanda puro é um óleo essencial incrível para usar na sua saúde e bem-estar. É um dos óleos essenciais mais suaves, mas também um dos mais poderosos, o que o torna o favorito das famílias pelas propriedades curativas e pelos usos do óleo essencial de lavanda.

O óleo tem uma estrutura quimicamente complexa com mais de 150 constituintes ativos, o que explica sua eficácia em ajudar muitos males de saúde.

Possui incríveis propriedades antiinflamatórias, antifúngicas, antidepressivas, antissépticas, antibacterianas, antimicrobianas, antiespasmódicas, analgésicas, desintoxicantes, hipotensivas e sedativas.


Você também pode gostar


Pesquisadores da Flórida descobriram que alguns benefícios incluem redução da ansiedade e diminuição da pulsação em estudantes de enfermagem que fazem testes estressantes. E em ambientes hospitalares, a aromaterapia demonstrou diminuir a angústia pré-operatória e ser mais relaxante do que massagem ou apenas repouso.

Óleo essencial de lavanda na Aromaterapia

A alfazema é mais comumente usada na aromaterapia. Acredita-se que a fragrância dos óleos da planta de lavanda ajuda a promover a calma e o bem-estar.

Ele também ajuda a reduzir o estresse, a ansiedade e, possivelmente, até mesmo dores leves. Um estudo no Journal of Alternative and Complementary Medicine descobriram que a aplicação tópica de lavanda, mais sálvia e rosa, pode reduzir a severidade das cólicas menstruais.

Potencial câncer e demência ajudam

De acordo com Instituto Nacional do Câncer, a aromaterapia pode ajudar os pacientes a controlar os efeitos colaterais do tratamento do câncer.

Os receptores olfativos enviam mensagens ao cérebro que podem afetar o humor. A aromaterapia também pode ajudar adultos que sofrem de demência.

Embora muitas pessoas jurem por seus poderes aromáticos de cura, a comunidade científica não tem tanta certeza. Muitos dos testes conduzidos em torno da lavanda tiveram resultados conflitantes.

Óleo essencial de lavanda ajuda a dormir

Antigamente, a alfazema era recomendada para pessoas que sofriam de insônia ou outros distúrbios do sono. As pessoas encheram seus travesseiros com flores de lavanda para ajudá-los a adormecer e ter uma noite de sono melhor.

Hoje, os aromaterapeutas usam lavanda para tratar dores de cabeça e nervosismo ou inquietação.

Os massoterapeutas às vezes aplicam óleo de lavanda na pele, que pode funcionar tanto como um agente calmante quanto como um auxílio para dormir.

Na Alemanha, o chá de lavanda foi aprovado como suplemento para tratar distúrbios do sono, inquietação e irritação do estômago.

Condições de pele e cabelo

O uso tópico de óleo essencial de lavanda pode ajudar a tratar uma doença chamada alopecia aerada , que faz com que o cabelo de uma pessoa caia em manchas. Noum estudo, publicado no Arquivos de Dermatologia, as pessoas esfregaram os óleos essenciais de lavanda, tomilho, alecrim e cedro nas áreas de queda de cabelo.

Algumas pessoas experimentaram crescimento do cabelo ao longo de sete meses. No entanto, não havia como os pesquisadores determinarem qual dos óleos era o responsável.

Quando aplicados na pele, os óleos de lavanda têm mostrado resultados positivos no tratamento de eczema, acne, queimaduras solares e assaduras.

Considere tentar este remédio caseiro de creme corporal de camomila e lavanda para ajudar a aliviar a pele irritada por queimaduras de sol e assaduras.

Lavanda e voce

Muitas pessoas apreciam a fragrância agradável da lavanda e a usam para tratar uma variedade de doenças.

As pessoas dizem que seus usos variam desde ajudá-las a se acalmar e ter uma boa noite de sono até controlar a insônia, a ansiedade e as cólicas menstruais.

Embora os relatórios dos especialistas médicos sejam mistos, a lavanda tem muitos benefícios potenciais que você pode querer experimentar.

Modo de usar

Para usar o óleo essencial de lavanda e obter seus benefícios, você pode utilizar um aromatizador pessoal. Outra opção é pingar algumas gotas na fronha do travesseiro, espalhar de 10 a 12 gotas de óleo essencial no ar de casa – ou qualquer outro ambiente – ou adicionar de cinco a seis gotas em seu banho relaxante.

Sobre a Top Spa Brasil

O portal Top Spa Brasil é focado em conteúdo e produtos naturais, veganos e orgânicos.

Ao navegar pelo portal, é possível encontrar uma gama de conteúdos e produtos sobre o setor, clique aqui e conheça nossa loja!

Até a próxima!

Deixe um comentário